Processo de níveis de São Paulo terá novo cálculo de reajuste

O Tribunal Superior do Trabalho decidiu, recentemente, que todos os processos trabalhistas em andamento deverão ser reajustados pelo IPCA-E (Índice de Preços ao Consumidor Amplo – Especial) em vez do antigo indexador que era a TR (Taxa Referencial). Esse novo índice reajustará todos os passivos existentes desde 30 de junho de 2009.
Isso afeta direta e positivamente o processo de níveis dos petroleiros de São Paulo. Como a Petros ainda não efetuou o pagamento desses valores, eles deverão ser corrigidos para cima. Isso implica em ganho para o aposentado ou pensionista, mas um atraso a mais no recebimento, porque a Petros terá de  refazer os cálculos para os 365 petroleiros beneficiados na ação.
Essa nova etapa do processo foi explicada pelo advogado Dr. Francisco Coutinho aos aposentados durante reunião convocada pelo Daesp-SP no dia 26. “Acredito que a Petros não precise mais do que dois meses para efetuar a atualização dos cálculos, vamos acompanhar e, se necessário, tomar providências jurídicas”, enfatizou o Dr. Francisco Coutinho.
Se você faz parte dessa ação, fique atento aos comunicados do Sindicato para saber quando os valores estarão disponíveis.

Auditório de São Paulo lotou com a presença de aposentados e pensionistas que participaram da reunião com o Depto. Jurídico