Jurídico explica como está o processo de níveis da base de São Paulo

No dia 25 de julho aconteceu no auditório do Sindicato, em São Paulo, uma reunião com o Departamento Jurídico e os que estão no processo de níveis para atualizar como anda o processo, agora em fase final de execução.
O advogado Antonio Cremasco se disse indignado com a lentidão da Justiça nesse caso, que já duram 11 anos e atinge pessoas idosas e com doenças sérias, que necessitam desses valores.
Cremasco explicou que a Petros efetuou o depósito no dia 19 de junho; a partir dessa data só falta a determinação do juiz para liberar o pagamento. Devido à demora, no dia 18 de julho, o Sindicato entrou com uma representação na Corregedoria do Tribunal para acelerar o processo.
“Fomos informados de que os valores deverão estar liberados entre o final de agosto e começo de setembro, assim, para quem está aguardando há 11 anos, peço que esperem mais 45 dias, caso nada aconteça, vamos nos reunir aqui novamente e ver que providência tomar”, afirmou o advogado do Unificado, que acredita em uma breve solução.