• Home
  • Unificado
  • Cuidado com promessas de escritórios privados de advocacia

Cuidado com promessas de escritórios privados de advocacia

Trabalhadores da Replan entraram em contato com o Sindicato para avisar que um escritório de advocacia está abordando funcionários da Petrobrás propondo que abandonem a ação coletiva da RMNR e passem para a ação individual – com o tal escritório, é claro.

O que dizem esses sujeitos
1) Que a ação individual irá correr mais rápido do que a ação coletiva do Sindicato.
2) Que o custo da causa é o mesmo do Sindicato.

O QUE ELES NÃO DIZEM
1) As ações judiciais cobrem um período de apenas 5 anos retroativos, assim, quem entrar agora com a ação da RMNR poderá pleitear os valores desde 2013. Como o Sindicato entrou com a ação em 2011, o período coberto é desde 2007, ou seja CINCO anos a mais do que irá cobrir o dito escritório.

2) Não existe nenhuma garantia de que uma ação individual, que entre agora, seja julgada mais rapidamente do que uma ação coletiva que tramita há sete anos.

3) Ainda há muita indefinição sobre o posicionamento do STF (Supremo Tribunal Federal), que poderá rever a decisão do TST, que foi favorável aos trabalhadores. Em caso de uma ação individual, se perder, VOCÊ TERÁ DE PAGAR as custas do processo e os honorários advocatícios. No caso da ação coletiva do Sindicato não há despesa alguma para o trabalhador.

4) Se o honorário que o tal escritório disse que vai cobrar é o mesmo do Sindicato, que vantagem Maria leva?

Por todas essas questões, a Direção e o Jurídico do Unificado orientam para que ninguém caia na conversinha desse tal escritório e denuncie ao Sindicato as tentativas de abordagem.